Você deve alongar os músculos doloridos?

Qual é a primeira coisa que você faz quando um músculo está tenso e dolorido? Alongamento certo? É uma coisa boa a se fazer, mas e se o alongamento piorar o problema? Você deve alongar mais e com mais força? Às vezes, isso pode piorar o problema. O simples motivo é que a sensação de rigidez pode ser um aviso de que o músculo não quer ser alongado e, portanto, o alongamento pode ter efeitos indesejados. Continue lendo para uma explicação mais detalhada do porquê.


Estrutura vs. Função

Vamos definir alguns termos úteis - estrutura e função. Estrutura significa coisas físicas como ossos, músculos e tecido conjuntivo. Função é a habilidade de sentir e controlar a estrutura, que é principalmente governada pelo sistema nervoso. Você pode pensar na estrutura como o hardware do corpo e função como o software.


Por que é importante você saber disso? Se você deseja resolver um problema com o seu computador, você tem que saber se ele reside no software ou no hardware. O mesmo acontece com o corpo. Se seu tendão estiver rígido e dolorido quando você corre ou se abaixa, isso é um problema de hardware ou software? Estrutura ou função?


Se você verificar que o problema é estrutural, o diagnóstico é simples - o tendão da coxa está rígido porque é simplesmente muito curto. Isso sugere uma solução simples e mecânica - alongar os tendões. Se você alongar o suficiente (provavelmente muito mais do que você pode fazer sozinho), poderá melhorar um pouco a flexibilidade. Resolvemos o problema? Nem sempre.


O sistema nervoso controla como o tendão da coxa se sente e se move. Ele decide se o tendão da coxa vai encurtar ou alongar e se fica rígido ou dolorido ao fazê-lo. Se você tomasse um medicamento para tirar o sistema nervoso da jogada, como uma anestesia geral, ficaria com um tendão da coxa sem dor e muito mais flexível. Se o sistema nervoso deseja que os isquiotibiais, por exempli, estejam tensos e rígidos, ele estará tenso e rígido, independentemente do comprimento dos isquiotibiais.


Por que o sistema nervoso quer que o tendão da coxa fique tenso e rígido? Uma de suas principais prioridades é proteger o corpo de danos aos tecidos causados ​​por quedas, acidentes ou outros movimentos que possam agravar ou causar lesões, como estiramentos ou distensões. Dor e rigidez são essencialmente mecanismos de proteção. Isso acontece para você NÃO alongar. Certo?


Por que o sistema nervoso não libera meus isquios tibiais? Existem infinitas possibilidades. O mais óbvio seria que há algum dano ao tecido existente no tendão (talvez tecido muscular ligeiramente rompido e inflamado) que será agravado por um estiramento. Ou talvez o próprio tendão da coxa esteja bem, mas ele precisa estar tenso para proteger o joelho, que estava com falta de estabilidade e coordenação devido a uma lesão vários anos atrás. Ou talvez os isquiotibiais estejam contraídos para evitar certos movimentos no quadril ou na região lombar que o sistema nervoso tem medo, evita ou talvez apenas tenha esquecido de fazer.


Provavelmente não há como saber qual desses fatores é a verdadeira causa do tendão tenso. Mas todos eles têm uma coisa em comum - o sistema nervoso está preocupado com o fato de que o estiramento do tendãos pode causar danos. O resultado é que uma abordagem de alongamento por força bruta de um músculo tenso provavelmente tornará o problema pior, e não melhor .


Então, como seria uma solução melhor? Novamente, as possibilidades de uma intervenção bem-sucedida são infinitas, mas cada uma teria um fator crítico em comum - a solução de alguma forma reduziria o nível de ameaça que o sistema nervoso percebe em relação ao alongamento dos isquiotibiais .


Estratégias funcionais

Com isso em mente, podemos traçar algumas estratégias. Em primeiro lugar, evite movimentos que causem tensão, estresse ou desconforto, como o alongamento direto no tendão.


Em segundo lugar, perceba que o sistema nervoso se sentirá menos ameaçado em relação a um movimento se tiver mais opções de movimento e maior habilidade de movimento. Por exemplo, se o joelho e a região lombar estão "destravados" e mais coordenados, os isquiotibiais não precisam estar travados o tempo todo para protegê-los. Como podemos fazer com que o joelho, a região lombar e outras articulações se tornem mais flexíveis? Vamos discutir isso em outros posts, mas posso resumir aqui dizendo que você deve explorar várias possibilidades de movimento em seu corpo quanto puder, iniciando de uma forma lenta e cuidadosa que não seja ameaçadora. Se você se move enquanto sente dor ou desconforto, o sistema nervoso não tem interesse em repetir os novos movimentos dolorosos, apenas em descobrir maneiras de evitar que eles voltem a acontecer no futuro.


Portanto, alongar os tendões é sempre uma má ideia? Cada caso é um caso porém, em muitas vezes, leva a um excelente resultado. A minha experiência afirma que, realizado de forma suave, relaxante e consciente é a melhor opção. Uma das técnicas que ultilizo para isso é a Reeducação Postural Global (R.P.G.). Quando você achar um profissional, vá com calma. Seu sistema nervoso pode não gostar.

Posts Em Destaque