Planos de Saúde, a fisioterapia reduz o seu custo!

October 22, 2019

À medida que há uma grande força para reduzir os custos com os segurados dos convênios, especialmente relacionados a internações, cirurgias, exames de alto custo e a população envelhecendo, há também uma grande demanda dos pacientes por um atendimento resolutivo e voltado para a qualidade e não a quantidade.

 

Na área relacionada a dores e lesões musculoesqueléticas e disfunções do movimento, a fisioterapia vem trabalhando para identificar e normatizar os tratamentos mais efetivos para gerenciar a dor e reduzir o custo total de saúde da população. 

 

Pensando nisso, há um grande reconhecimento internacional em crescimento dos efeitos do tratamento de fisioterapia iniciada precocemente. Sabemos que, através dos estudos, os serviços de reabilitação não apenas reduz os custos de saúde a curto e longo prazo, mas também diminui a dor, melhora a função e ajuda os pacientes a voltar ao trabalho (1).  Além disso, um novo estudo estabeleceu parâmetros de encaminhamento para um atendimento de qualidade na fisioterapia com resultados clinicamente importantes nos relatados pelos pacientes em todas as regiões do corpo ao longo de 12 a 14 atendimentos. (2)

 

A fisioterapia é uma abordagem que se mostrou valiosa para inúmeros pacientes e pode beneficiar muito os planos de saúde.

 

Fisioterapeutas são profissionais altamente treinados que avaliam e tratam pessoas de todas as idades e habilidades para maximizar sua mobilidade e ajudá-las a melhorar ou manter sua função e qualidade de vida. 

 

Do ponto de vista de custos e resultados, é fácil entender os efeitos da fisioterapia na economia dos planos de saúde: Se o fisioterapeuta for utilizado no início do processo de tratamento, a economia de tempo e dinheiro é clara e várias pesquisas tem relatado isso. De acordo com um estudo realizado pela Moran Company, o uso da fisioterapia como primeira intervenção para lombalgia resultou em custos 19% mais baixos se comparado às injeções como primeira intervenção e custos 75% menores quando comparados à cirurgia como uma primeira intervenção. Os beneficiários que receberam fisioterapia nos 15 primeiros dias de diagnóstico apresentaram custos médios de tratamento mais baixos do que aqueles que iniciaram o tratamento mais tarde. (5) Além disso, as evidências sugerem que a frequência com que os pacientes comparecem aos tratamentos de fisioterapia podem afetar o custo. Os pacientes diagnosticados com dor lombar que visitaram um fisioterapeuta entre 9 e 12 vezes reduziram os gastos em 32% em comparação com os beneficiários que compareceram apenas a uma única consulta.

 

Em uma economia em que um tratamento de alto custo está em "alta", considerar a fisioterapia que é relativamente "barata" pode ser a solução para muitas empresas.

 

Além disso, o acesso a fisioterapia deve ser feito de forma preventiva. Com o envelhecimento da população, há uma tendência a quedas. A cada ano, quedas acidentais entre os idosos resultam em aproximadamente 300.000 fraturas de quadril e 800.000 hospitalizações. (6)  Os custos médicos associados a essas lesões são impressionantes. Em 2015, o total de despesas médicas relacionadas a quedas de idosos foi estimado em US $ 50 bilhões. (7)

A fisioterapia é uma solução simples que pode aumentar a mobilidade dos idosos e reduzir o risco de queda acidental (8)  E, por último, um estudo recente mostrou que cidadãos mais velhos que foram submetidos a uma intervenção de exercício de um profissional de saúde treinado reduziram o risco de queda em 31%. (9)

 

Com uma população crescente de idosos, a fisioterapia deve estar bem posicionada para reduzir a taxa de quedas de idosos e os custos médicos associados a esse problema.

 

Simplificando, as evidências disponíveis mostram que os esforços dos planos de saúde em reduzir o acesso a população à fisioterapia, exigindo autorizações, demora de encainhamentos e exigência de "autorização" médica desnecessária para atendimento obrigam os pacientes a métodos de tratamento mais caros e menos eficazes - OBS - Utilizando o convênio.

 

O fisioterapeuta simboliza o futuro da diminuição dos gastos em saúde. Se você é administrador de plano de saúde e quer uma forma de apresentar resultados reais no fluxo de caixa, pense na fisioterapia como primeira opção.

 

  1. Ijzelenberg W, Rubinstein S, Hayden J, Koes B, van Tulder M. Exercise therapy for acute non-specific low-back pain  Cochrane Database Syst Rev. doi:10.1002/14651858.cd009365.

  2.  Brooks J, Chapman C, Lutz A. Evaluation of legacy patient reported outcome measures as performance measures in rehabilitation. The Alliance for Physical Therapy Quality and Innovation. aptqi.com/wp-content/uploads/2019/07/Evaluation-of-Legacy-Patient-Reported-Outcome-Measures-as-Performance-Me....pdf. 

  3. Ciolek D, and Hwang W. CY 2008 Outpatient Therapy Utilization Report. Computer Sciences Corporation. Centers for Medicare and Medicaid Services. cms.gov/Medicare/Billing/TherapyServices/downloads/CY_2008_Outpatient_Therapy_Utilization_Report.pdf.

  4. Bunis D. Medicare beneficiaries might have to pay thousands more for therapy." AARP. aarp.org/politics-society/advocacy/info-2018/medicare-physical-therapy-caps-fd.html. 

  5. Physical therapy episodes for low back pain: Medicare spending and intensity of physical therapy services. The Alliance for Physical Therapy Quality and Innovation. aptqi.com/wp-content/uploads/2019/03/APTQI-Complete-Study-Physical-Therapy-Episodes-Lumbago-October-2017.pdf. 

  6.  Falls prevention facts. National Council on Aging. ncoa.org/news/resources-for-reporters/get-the-facts/falls-prevention-facts/.

  7. JAGS paper: The medical costs of fatal and nonfatal falls among older adults. The John A. Hartford Foundation. johnahartford.org/dissemination-center/view/jags-paper-the-medical-costs-of-fatal-and-nonfatal-falls-among-older-adults. 

  8. Gomez A, Sloves G. Reducing fall risk. Today's Geriatric Medicine. todaysgeriatricmedicine.com/archive/091712p14.shtml. Accessed July 17, 2019. http://www.todaysgeriatricmedicine.com/archive/091712p14.shtml.

  9. Sherrington C, Fairhall FJ, Wallbank GK, et al. Exercise for preventing falls in older people living in the community 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Cinco sinais que o seu tornozelo não está tão bem

02.01.2017

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags